Hadson no ‘BBB20’ – Reprodução/Globo

Indicado ao segundo Paredão consecutivo no ‘Big Brother Brasil 20’, Hadson está à deriva do público em disputa na permanência da casa com Felipe Prior. Após a formação da berlinda, o ex-jogador detonou a falta de maturidade de alguns participantes em meio as indicações feitas no reality show. Ele, por sua vez, ainda detonou Pyong Lee e criticou a manipulação dos demais na votação.

+ BBB20: Bianca Andrade avalia erro após envolvimento com Guilherme e lamenta

O polêmico participante ainda esboçou torcida em um Paredão com Marcela: “Ninguém está certo, ninguém está errado. Mas se fosse para fazer uma coisa apontada, direcionada. O certo é estar eu e Marcela, que acabavam as dúvidas de todo mundo”, disparou. Acerca de maturidade, ele avaliou: “Fora alguns que ainda são crianças, vão apanhar muito da vida”, afirmou, se questionando: “E se eu não sair? Aí vão passar a acreditar em mim? Isso não existe”.

+ BBB20: Marcela comenta climão envolvendo Gabi e Bianca

Em outro momento, durante bate-papo com Babu Santana e Prior, Lucas Gallina montou seu esquema para a próxima semana, com sede de vingança. Se depender dele, caso seja Líder na próxima semana, ele pretende jogar nomes que estão sendo vistos como fortes na casa para descobrir o poderio de cada um.

+ BBB20: Felipe Prior se revolta com voto de Thelma: “Não faz sentido”

 “Se eu fosse Líder, sabe o que eu faria? Para resolver e matar de uma vez, colocaria o Hadybala [Hadson] e a Marcela no Paredão e a gente ia ver a real posição do povo. A Marcela não está segura que vai voltar? Então, pronto”, disparou o fisioterapeuta, pensativo, após a formação. “É o que a gente ia fazer. A gente estava esperando o Big Fone por causa disso”, comentou o arquiteto. Gallina, por sua vez, ainda analisou a postura que começou a utilizar dentro do confinamento.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here