Anitta – Instagram

Não é nenhuma novidade que a cantora Anitta já se desentendeu com alguma celebridade. A última, e que tomou grande repercussão, foi a polêmica que ela se desentendeu com Ludmilla.

 Após barraco, Anitta e Ludmilla se prejudicam nos bastidores da Globo

Em conversa com a jornalista a colunista do jornal ‘O Dia’, Fábia Oliveira, a ‘poderosa’ comentou os desentendimentos que teve. Anitta também falou sobre a ‘fama de briguenta’ que ela acabou recebendo:

Após crítica de MC Carol, Anitta se explica por afirmação polêmica: “Sempre respeitei vocês”

“Eu não vejo dessa maneira. Todos os seres humanos têm a sua desavença ou suas complicações de relações com alguém, seja no trabalho ou na vida pessoal. O problema é que eu sou uma pessoa pública e as pessoas obviamente sempre dão mais enfase para as partes negativas do que as positivas. É impossível um ser humano nunca ter brigado com ninguém. Qualquer pessoa que esteja lendo essa entrevista já brigou com alguém. Pode já ter resolvido ou pode não ter resolvido e as coisas mudam. Se acontece em família, não vai acontecer no trabalho? Tem tantas pessoas que eu colaborei e continuo sendo amiga como o Projota, o J Balvin, o Kevinho, o Nego do Borel, o Maluma, a Jojo Todynho, Harmonia do Samba e tantos outros artistas com quem eu fiz parcerias e mantenho até hoje. Mas as pessoas vão dar ênfase aos poucos que porventura tenha acontecido algum desentendimento”, disse a cantora.

+ Perlla se pronuncia após ser citada por Anitta em pedido de desculpas a Mc Carol

A cantora, também no bate-papo, falou sobre perseguição. Para Anitta, ela teve que aprender a lidar com isso: “Já assustou muito. Já fiquei muito mal, mas agora nem tanto porque eu aprendi a lidar. Na verdade, eu lamento porque os ataques só acontecem para quem está em evidência. Mesmo assim, mesmo com o sucesso, machuca. A gente não é de ferro. Quem persegue não tem ideia do mal que faz à pessoa quando escreve sem saber os fatos ou baseado em alguma coisa que leu e não tem certeza se é verdade. É uma pena que hoje, com a internet, as pessoas propagam ódio e coisas que em segundos viram verdades… Preferem propagar o ódio do que torcer, comemorar as conquistas dos outros. Eu ganhei de uma grande amiga um caderninho com as coisas boas que aconteceram na minha vida e aí quando começo a sentir uma energia ruim, eu pego esse caderninho e vejo quantas coisas boas já aconteceram… Óbvio que eu tenho coisas ruins. Eu não sou perfeita, eu não sou Deus e tenho defeitos também, mas foco só nas coisas boas. Tenho também a minha família que são aquelas pessoas que eu obrigo a serem verdadeiras comigo. Se eu tiver perdendo a linha eles vão me falar”.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here