Fernanda Machado – Reprodução/Instagram

No final deste último mês de abril, a atriz Fernanda Machado trouxe comoção ao pegar todos de surpresa nas redes sociais com a notícia de que estava grávida de seis semanas, mas que, lamentavelmente, foi vítima de um aborto espontâneo. Faltando poucos dias de completar o primeiro mês do período conturbado, a artista têm compartilhado como pode sobre o que vêm fazendo para poder superar o momento delicado.

Em click feito na noite desta última quinta-feira (23), ela, afastada das telinhas desde que esteve em ‘Amor à Vida’ (2013), de Walcyr Carrasco, que estreou nesta última segunda (20), sua terceira novela no horário nobre, ‘A Dona do Pedaço’, falou acerca do assunto, e contou o método no qual ela adotou para encontrar suas forças novamente: a leitura.

+ Após aborto, Fernanda Machado revela como está superando a perda do bebê

+ Após sofrer aborto, Fernanda Machado agradece apoio dos fãs: “Emocionada”

+ Atriz da Globo, Sabrina Petraglia desabafa sobre parto de emergência

“Leitura terapia. Sempre gostei de ler e, nos últimos anos, a leitura tem sido terapia pra mim. Meu ritual de toda noite antes de dormir: uma hora de leitura, lendo coisas que fazem bem pra alma”, revelou a ex-global, mãe de Lucca, de três aninhos, no qual revelou ter tido dificuldade em contar a notícia da perda do irmãozinho ao primogênito.

Fernanda Machado e filho – Reprodução/Instagram

Casada com o empresário norte-americano Roberto Riskin, onde mora nos Estados Unidos desde meados de 2015, um ano após ter se casado com o ricaço, Fernanda contou que está lendo ao livro ‘Spirit Babies’, de Walter Makichen, e relembrou que estaria entrando no terceiro mês de gravidez. “Acabei de terminar esse livro e amei, me ajudou muito nesse período da perda gestacional. Essa semana eu estaria completando três meses de gestação… Nunca vou esquecer do meu anjinho de luz”, concluiu.

Carreira

Fernanda Machado estreou em meados de 2004, atuando na novela ‘Começar de Novo‘. Em 2007, veio sua aclamação, quando viveu a prostituta Joana em ‘Paraíso Tropical’ (2007), ainda que venha a ser conhecida ao ter vivido a ambiciosa Dalila em ‘Alma Gêmea’ (2005). O seu papel na novela de Gilberto Braga lhe concedeu o prêmio na categoria de ‘Melhor Atriz Coadjuvante’ no ‘Melhores do Ano’, em que competia com Isabela Garcia e Vera Holtz.

Seu papel mais recente foi em ‘Amor à Vida’, onde encarnou a vilã Leila. Desde então, ela não atua mais, e hoje em dia, é professora de ioga, modalidade na qual pratica há anos, e que também lhe serve de terapia.

Veja também:

Destaque em ‘A Dona do Pedaço’, atriz global dispara sobre empoderamento feminino: “Odeio o termo”



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here