Rômulo Estrela – TV Globo

Na reta final de Bom Sucesso, está claro que Marcos, interpretado por Rômulo Estrela, vai ter um final feliz ao lado de Paloma (Grazi Massafera). Ao longo da trama, o filho de Alberto (Antonio Fagundes) teve vários embates, como conflitos com o pai e dificuldade em aceitar que estava apaixonado.

Para o ator, que conversou com o Área Vip nos bastidores da novela, o personagem teve uma evolução coerente em todas as suas mudanças ao longo da trama de Paulo Halm e Rosane Svartman. “Eu tava pensando sobre isso semana passada, o trabalho que a gente faz é um trabalho aberto, que sofre muito interferência do público. Esse trabalho que a gente faz em novela dá pra fazer muitas mudanças. A partir daí é de se esperar que até o fim todos os personagens sofram mudanças. Isso é uma das coisas mais bonitas. Porque não é só o personagem, são as relações que mudam. A relação do Marcos com o pai evoluiu, com a Nana (Fabíula Nascimento), na editora, evoluiu. A relação dele com a Paloma caminhou pra um lugar diferente, antes era o flerte, depois o namoro e agora a gente já pensa em ficar junto, é o que todo mundo espera, construir uma família ao lado dessa mulher. A relação com o Ramon (Davi Junior) também evoluiu, antes era uma disputa e agora existe uma parceria”, analisa.

Todas essas mudanças só deixaram o trabalho do ator mais interessante e desafiador. “Eu fico muito feliz quando eu consigo enxergar isso nos personagens que eu faço. Quando eu vejo que o público percebeu que teve essa dinâmica, pra mim é uma satisfação muito grande. Exige muito da gente, são seis, sete meses trabalhando diariamente num personagem. Vivendo e agregando camadas ao personagem e às relações dele”, conclui.

Bom Sucesso: Diogo é expulso da editora

E Rômulo acompanha a torcida dos seguidores da novela pelo amor de Marcos e Paloma. “Eu adoro acompanhar no Twitter, é bom que você fica ali na dinâmica com o pessoal, é instantâneo, é uma coisa direta e é um feedback. É importante também o que a gente faz em cena. Eu acho que essa relação do Marcos com a Paloma é uma das histórias que Bom Sucesso conta e eu acho uma relação muito bonita. Uma relação de resignificar prioridade, tanto pra Paloma quando para o Marcos isso aconteceu.”, analisa.

Paloma ( Grazi Massafera ) e Marcos ( Romulo Estrela ) – TV Globo/Estevam Avellar

Quanto a trajetória do personagem, Rômulo acredita que foi de muita provação. “Ele teve que provar pro pai que ele não era inconsequente, irresponsável, como o pai enxergava, apesar de ter uma vida mais simples em Búzios e não assumir a editora. Mas sim, ele vivia um dia depois do outro. Aí que estava a beleza da vida dele. Ele nunca tinha amado ninguém e nunca falou nada diferente disso, inclusive para a Paloma. O que é bonito de ver nessas relações é que ele se permitiu ver o outro lado: ‘se meu pai acha que eu sou um cara imaturo porque eu to sempre em Búzios, deixa eu entender o que é importante pra ele, esse outro lado, deixa eu experimentar ir todo dia pra editora sem abrir mão do que eu acredito também. E pedir pra ele, já que ele quer tanto que eu fique aqui, que ele me aceite do jeito que eu sou’”, define.

Na reta final de ‘Bom Sucesso’, Ângela Vieira fala sobre sua personagem na trama

Depois de viver tão intensamente esse trabalho, Rômulo tem certeza que vai levar muita coisa da história para a vida. “Eu falo que eu emprestei muita coisa do Rômulo para o personagem, mas também absorvi muita coisa da escrita dos autores. As situações me ensinaram muita coisa. É um personagem que marca a minha trajetória, minha carreira, mas tem uma coisa em Bom Sucesso, com tantos temas e questões que a gente abordou, que é falar sobre a morte de uma maneira um pouco mais tranquila e sem tanto medo. As pessoas não querem falar sobre a morte. Eu acho que aceitar esse momento é importante para que você viva o presente de uma maneira diferente”, confessa.

Depois da novela, Rômulo agora só quer saber de tirar um tempo para reorganizar os pensamentos e descansar. “Eu preciso dar uma descansada, eu preciso de um tempo pra mim. Acho importante parar, acho importante esse momento, esse ócio. Organizar essas ideias. Eu passei por uma fase difícil que era essa fase de aceitar estar muito tempo fora de casa trabalhando. Mas também relaxei um pouco mais em relação a isso, porque a gente acaba recuperando esse tempo, sem dúvida nenhuma. Então, eu parar um pouco respirar, entender o que foi essa novela pra partir pra novos trabalhos”, afirma.

Bom Sucesso: Ramon se fere ao salvar a vida de Paloma

Depois de entrar para a galeria dos galãs da Globo, Rômulo acredita que esse título só traz mais responsabilidade como ator.  “O importante é  poder lidar de uma maneira tranquila com essa responsabilidade. Na verdade é uma responsabilidade com o texto, volume de trabalho. O que muda é isso, o seu volume de trabalho. O que é importante é saber administrar o tempo entre o trabalho e a vida pessoal”, finaliza.

Lembrando que Rômulo Estrela está concorrendo ao Prêmio Área VIP – Melhores da Mídia 2019 ao lado de outros grandes atores. Participe da nossa votação – Clique Aqui!



4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here