Topíssima - Sophia (Blad Meneghel/ Record TV)
Topíssima – Sophia (Blad Meneghel/ Record TV)

A Record está animada com os resultados de ‘Topíssima’. A atual novela inédita em cartaz do canal, que trouxe a contemporaneidade como cenário de suas novelas, está causando expectativas em torno do futuro das produções do canal, que aos poucos, vem deixando de lado o foco em enredos bíblicos.

E, de acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, do portal UOL, a emissora planeja reforçar seu quadro de autores, conforme garante Walter Zagari, vice-presidente comercial da casa. Ele alega que há um trabalho em curso na direção de Teledramaturgia do Rio de Janeiro a fim de conseguir contratar profissionais da área.

O executivo alega que as novelas bíblicas permanecerão na grade de programação, resultado de uma aceitação do mercado internacional, e o próximo folhetim do gênero, ‘Gênesis’, entra em cena apenas em meados de abril de 2020, sucedendo a reprise de ‘O Rico e Lázaro’ no horário nobre. Já a sucessora de ‘Topíssima’, ‘Amor Sem Igual’, tem estreia prevista para dezembro e janeiro.

Record se envolve em escândalo com a Justiça após fim de ‘Jezabel’

Concluída no inicio deste mês de agosto, a novela ‘Jezabel’ saiu de cena com um desfecho surpreendente ao extremo. Isso porquê, as cenas pesadas em pleno horário nobre devido a violência excessiva nas cenas da trama bíblica foram aclamadas pelo público, mas no entanto, não passaram despercebidas pela Classificação Indicativa do Ministério da Justiça.

Devido o final trágico, a trama acabou sendo reclassificada em virtude da decapitação e mutilação da protagonista encarnada por Lidi Lisboa, de acordo com o publicado pelo Diário Oficial da União. Antes tida como “não recomendado para menores de 12 anos”, foi alterada para “menores de 14 anos”. Saiba mais!

Futuro das novelas

O desgaste no investimento em produções bíblicas na Record é evidente. A emissora não consegue mais obter os mesmos resultados vistos há pouco mais de dois ou três anos atrás. Tido como um gênero já saturado, o canal investiu pesado na produção da macrossérie ‘Jezabel’, mas obteve pouco retorno com relação aos números na audiência, ainda que a repercussão nas redes sociais provasse o contrário.

No horário nobre, inclusive, o canal reestreou nas últimas semanas ‘O Rico e o Lázaro’. Anunciada como um tapa-buraco, a aposta do canal de Edir Macedo é uma justificativa para adiar para o ano que vem a estreia da próxima produção inédita baseada na Bíblia, ‘Gênesis’. Veja detalhes!

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here