Datena/Reprodução Instagram

Um verdadeiro sucesso dentro da Band e responsável pelas maiores médias e faturamentos de toda a programação atual do canal, José Luiz Datena se tornou um sonho de consumo antigo das emissoras concorrentes.

Mesmo faltando em torno de pouco mais de um ano para o vencimento do seu contrato com a emissora paulista, SBT e RedeTV! já estão mirando firmemente na disputa pela contratação do jornalista, segundo informações do jornalista e colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL.

No caso do SBT, Datena já chegou a quase assinar duas vezes com a rede, sendo a derradeira vez em meados de 2017. Já por outro lado, ele é amigo pessoal dos donos da RedeTV!, Marcelo de Carvalho e Almicare Dallevo, além do atual diretor de Jornalismo da casa, Franz Vacek.

À frente do ‘Brasil Urgente’, Datena está há pouco mais de 17 anos trabalhando na casa, onde passa em torno de três horas e meia, ao vivo. Seu vínculo com a Band, no entanto, encerra-se apenas em meados de 30 de novembro de 2020.

Filho de Datena é nomeado a cargo no gabinete de Jorge Kajuru

Dos cinco filhos de José Luiz Datena, dois deles se tornaram apresentador de TV, – Joel e Vicente, conforme noticiado aqui no seu Área VIP – seguindo os passos do pai, que atualmente comanda ao ‘Brasil Urgente’, na Band.

No entanto, nem todos parecem que estão investindo no mesmo ramo do patriarca da família, e José Luiz Datena Júnior foi anunciado a um cargo de tamanha importância pelo senador Jorge Kajuru. De acordo com o que foi anunciado através do Diário Oficial da União, neste dia 16 de agosto, Júnior foi nomeado a cargo de assessor parlamentar sênior no gabinete do apresentador. Confira detalhes!

Datena e Band são condenados a pagar R$ 60 mil a homem

Band e o apresentador do ‘Brasil Urgente‘, José Luís Datena, foram condenados pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ), a pagar uma multa de R$ 60 mil em danos morais a um homem que foi acusado, no ar, de cometer um crime gravíssimo. A decisão ainda cabe recurso. As informações são do portal UOL.

A decisão, tomada no último dia 14 de maio, rejeitou os embargos que acusava o Tribunal de Justiça de São Paulo, instância inferior, de omissão. De acordo com a ação, o homem, de nome Marco Aurélio Paiva, teve a imagem e o nome divulgado pelo programa de Datena, “atribuindo-lhe culpa pelo crime de estupro”. Saiba mais!

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here